Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
darrinallison896

Ciência Sem Fronteiras


Dez Dicas Como Passar Nos Concursos Públicos Em 2018


Pela era pré-smartphone - e lá se vai pouco mais de uma década -, tudo parecia mais fácil. A avenida rumo ao topo da pirâmide era sinalizada por meia dúzia de escolas de grife, cursos de línguas estrangeiras e temporadas no exterior. Para um trainee, a diferença entre o descarte do currículo e um telefonema do RH pra ambicionada entrevista poderia estar no inglês fluente e na chancela de “uma bacana faculdade”. Site Relacionado por aqui de escapar do cruel funil das corporações, pais aconselhavam filhos a prestar concursos públicos (garantia de estabilidade) ou a se tornar profissionais liberais (garantia de prestígio).


https://certificadocursosonline.com/cursos/curso-de-introducao-a-alfabetizacao-infantil/ , medicina, engenharia e direito garantiam status ad infinitum. Para que pessoas se decidia por carreiras executivas, por vocação ou falta de escolha, a saída era comparecer “por baixo” à selva corporativa, com a certeza de que a promoção dependeria de outros fatores. Para a diretoria, um diploma de MBA a toda a hora descreveu pontos decisivos.


Melhor ainda se viesse com o brasão das Clique No Link dez do ranking do Financial Times. leia sobre e Insead arrancavam suspiros de pares, recrutadores e chefias. Estudantes não tinham incerteza alguma a respeito do retorno a respeito do investimento, de tempo e dinheiro, a curto, médio e enorme prazos. Conquistas escolares, assim, exerciam efeito calmante na trajetória profissional, sustentavam cargos e mantinham a ordem e o progresso do lucrativo mercado de educação executiva. Grosso jeito, esse roteiro funcionou por décadas como o alarme do bedel (ok, vale um Google aqui).


Nesta hora, mas, despontam inequívocos sinais de esgotamento. A SU foi fundada há 10 anos, por Peter Diamandis e Ray Kurzweil, no auge da recessão financeira internacional, e logo tornou-se fonte no ensino de inovação e tecnologia. Instalada no Vale do Silício, tem como investidores corporações como Google, Cisco e Nokia.


O indiano Salim Ismail, ex-CEO da SU, ajudou a fazer a fama internacional da instituição ao escrever o best-seller Empresas Exponenciais, em 2014. O lançamento foi sucedido por um boom de popularidade. No livro, ele fala sobre a luta entre empresas em um mundo que muda em altíssima velocidade - e em que concorrentes (leia-se startups) conseguem devorar uma organização antes mesmo dessa se conceder conta da existência deles. Tua mensagem central, de tom otimista, é que uma organização podes multiplicar teu desenvolvimento por 10 com transformações de gestão e tecnologia. Portanto, precisam de líderes que saibam fazê-­las.


No campus da SU, os alunos aprendem a pensar exponencialmente em soluções para os grandes dificuldades da humanidade - e não necessariamente nos compradores dos produtos da tua organização. 14,cinco mil. Os brasileiros, aliás, têm se tornado público cativo e, hoje, respondem por em torno de 20% da clientela. Não à toa, atraiu a atenção de grupos como HSM (o braço de educação executiva da Anima) e Mirach, de Porto Contente, fundado por um dos embaixadores da SU, Francisco Milagres. Juntos, eles vão realizar o SU Global Summit, em São Paulo, em abril nesse ano. Um milhão em investimentos. “A Singularity é uma instituição muito especial.


Atrai os líderes pelo motivo de tem um propósito claro: utilizar a tecnologia para gerar choque na existência de milhões de pessoas”, diz o CEO da HSM, Guilherme Soárez, fazendo coro ao que é frequentemente dito por Diamandis. No Brasil, a SU conta com seis embaixadores, em São Paulo, Recife, Brasília, Porto Animado, Uberlândia e Atraente Horizonte. “Durante uma semana, aprendi mais do que em um ano inteiro”, diz Conrado Schlochauer, ex-aluno da faculdade e, já, o seu embaixador paulista.



  1. Dois Participação em Programas de Pós-graduação interunidades

  2. Educação tecnológica, http://www.groundreport.com/?s=cursos+online e dois vagas

  3. 'Suicídio ocorre, pessoal pratica', diz Bolsonaro ao se citar a Herzog

  4. Mestrado em Estudos Teológicos

  5. 4 - Formal de partilha ou escritura pública de inventário e partilha



Por lá, as disciplinas que pautam o programa acadêmico são bem diferentes das encontradas nas habituais escolas de negócio: neurociências, genética, inteligência artificial, cybersegurança. Ex-CEO do LinkedIn no Brasil, Osvaldo Barbosa diz ter regressado da SU com a cabeça muito mais aberta. “Saí com conhecimentos a respeito estilos do setor de tecnologia que nunca tinha reparado antes, apesar de que tenha dedicado toda a minha carreira à área”, alega ele, que voltou ao Brasil pra estruturar um fundo de investimento em startups.


A Singularity assim como subverte a ideia clássica que temos a respeito um professor, e recruta biomédicos, hackers, gerontologistas e astronautas, com uma quedinha por empreendedores. Todos são entusiastas do que vem por aí, desde que façamos a nossa cota. Em um trecho do documentário The University, que conta a história da escola, o ex-astronauta e professor de robótica da SU, Dan Barry, diz: “Você está preocupado, achando que os robôs irão compreender o mundo? Se você sair da sala e trancá-los, 99% deles não vão alcançar sair. Irão bater pela porta até ficar sem bateria”.


A estreia dos cursos da SU no Brasil, no encerramento do ano anterior, foi feito à boca pequena, entretanto lotou o auditório da IBM em uma noite quente de dezembro, em São Paulo. Pela plateia, desenvolvida na “galera exponencial” de potenciais interessados, como diziam os organizadores, estava o executivo Jean Saghaard, quarenta e quatro anos, que existe um ano pesquisa recolocação. Com experiência no mercado financeiro e no de educação, e também um MBA da HEC, de Paris, pela bagagem, Jean explica o que o atraiu.


Referência: https://certificadocursosonline.com/cursos/curso-recolocacao-profissional/
(PRO)
No Soup for you

Don't be the product, buy the product!

close
YES, I want to SOUP ●UP for ...